terça-feira, 5 de abril de 2016

Conheça os dez artistas brasileiros mais valorizados nos leilões de arte internacionais.

Fonte: Brian Boucher – Artnet – 5/4/2016

Vik Muniz no topo da lista! - Foto: Patrick MacMulan

Com a aproximação da 12ª SP-Arte, que vai acontecer de 7 a 10 de abril no Pavilhão da Bienal no Ibirapuera, em São Paulo, o foco do mercado internacional está voltado para a arte brasileira, já que a feira vem conquistando cada vez mais reconhecimento global e 70% das galerias expositoras são nacionais. Prova disso é a divulgação de alguns números pelo site Artnet, que listou os dez artistas brasileiros top sellers em leilões de arte nos últimos dez anos, classificados de acordo com o valor total em dólares das obras comercializadas. O site aponta também o preço médio das obras nos leilões e o preço máximo pago por uma obra de cada artista. Vamos lá:

Vik Muniz - 'Crianças de Açúcar: Valentina, a mais rápida; Jacynthe, adora suco de laranja;
Grande James transpira galões; A pequena Calist não pode nadar; Valicia toma banho com roupas de domingo;
O colar de ervas daninhas de Ten Ten'
*
(1996) 
* Título traduzido do inglês

1. Vik Muniz
Total: US$ 34.4 milhões por 802 obras (!)
Média: US$ 42.896
Maior preço: US$ 293,000, obtidos em um leilão da Christie's de Nova York em novembro de 2015 por uma série de seis fotografias feitas em açúcar retratando crianças cujos pais trabalhavam em plantações de cana-de-açúcar na ilha de St. Kitts, nas Índias Ocidentais.

Sergio Camargo - 'Sem título (Relevo No. 21/54) - 1964

2. Sérgio Camargo
Total: US$ 27.2 milhões por 82 obras
Média: US$ 331.921
Maior preço: US$ 2.2 milhões por 'Sem Título (Relevo N
º 21/52)', uma abstração de 1964. A obra quase quadruplicou seu valor máximo estimado de US$ 600,000 ao ser leiloada pela Sotheby’s de Nova York em novembro de 2013.

Beatriz Milhazes - 'Meu Limão' (2000)

3. Beatriz Milhazes 
Total: US$ 25.8 milhões por 73 obras
Média: US$ 353.045
Maior preço: US$ 2 milhões por 'Meu Limão', pintura acrílica com cerca de três metros de largura, vendida na Sotheby’s de Nova York em novembro de 2012, mais do que dobrando sua estimativa máxima de US$ 900,000.

Adriana Varejão - 'Parede com Incisões à la Fontana II' (2001)

4. Adriana Varejão
Total: US$ 15.3 milhões por 37 obras
Média: US$ 413.431
Maior preço: US$ 1.8 milhão por 'Parede com Incisões à la Fontana II', obra de 2001 que quase quadruplicou sua estimativa máxima de cerca de US$ 482,000 ao ser leiloada na Christie’s de Londres em fevereiro de 2011.

Cândido Portinari - 'Meninos soltando Pipas' (1942)

5. Cândido Portinari
Total: US$ 11 milhões por 58 obras
Média: US$ 189.391
Maior preço: US$ 1.4 milhão por 'Meninos soltando Pipas' (1941), na Christie’s de Nova York em maio de 2013, também acima de seu valor estimado.

Lygia Clark - 'Contra Relevo (Objeto No. 7) - 1959

6. Lygia Clark
Total: US$ 9.5 milhões por 13 obras
Média: US$ 728.084
Maior preço: US$ 2.2 milhões por 'Contra Relevo (Objeto N. 7)', de 1959, que quase triplicou sua estimativa máxima de preço na Phillips New York em maio de 2013.

Alfredo Volpi - 'Bandeirinhas Estruturadas' (c. 1966)

7. Alfredo Volpi
Total: US$ 7.9 milhões por 28 obras
Média: US$ 283.833
Maior preço: US$ 842.500, mais do que duplicando a estimativa para 'Bandeirinhas Estruturadas' (c. 1966) na Christie's de Nova York, em novembro de 2011.

Emiliano Di Cavalcanti - 'Mulher Deitada com Peixes e Frutas' (1956)

8. Emiliano Di Cavalcanti
Total: US$ 7.5 milhões por 81 obras
Média: US$ 92.249
Maior preço: US$ 886.000, para 'Mulher Deitada com Peixes e Frutas' (1956), conforme estimativa prevista na Christie's New York, em novembro do ano 2000.

Mira Schendel - 'Sem título (Objeto Gráfico)' - c. 1967-68

9. Mira Schendel
Total: US$ 6 milhões por 73 obras
Média: US$ 82.445
Maior preço: US$ 845.000, alcançado por 'Sem titulo (Objeto Gráfico)' c. 1967-68, quase triplicando sua estimativa máxima de US$ 300,000 na Sotheby's New York em maio de 2014.

Irmãos Campana - 'Sofá Sushi' (2003)

10. Fernando e Humberto Campana
Total: US$ 5.6 milhões por 240 obras
Média: US$ 23.209
Maior preço: US$ 253.000, por 'Sofá Sushi' (2003), na Phillips de Pury & Co., Nova York, em dezembro de 2007.

Hélio Oiticica - 'Metaesquema (Dois Brancos)' - 1958

E ainda: Hélio Oiticica
Embora o número relativamente baixo de obras de Hélio Oiticica resulte em apenas catorze peças leiloadas, nenhuma lista com os maiores artistas brasileiros seria completa sem ele.

Total: US$ 3.2 milhões por 20 obras
Média: US$ 160.587
Maior preço: US$ 362.500 por 'Metaesquema (Dois Brancos)', de 1958, um guache que triplicou sua estimativa máxima de US$ 120,000 na Christie's New York, em novembro de 2010.
 

A boa notícia é que, no Brasil, ninguém precisa investir tantos milhões para adquirir uma bela obra de arte de um artista renomado. Clique aqui e saiba mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário